Palácio do Planalto na blogosfera tupiniquim.

6 07 2009

Olá pessoal, tudo joia?

Depois do boom que a campanha de Internet de Barack Obama provocou nas últimas eleições americanas, a consequência básica disso é que esta estratégia se proliferasse por todo o mundo, inclusive no Brasil.

lula-e-barak-obama2

Enquanto não sabemos como será o uso da Internet nas próximas eleições de 2010, a Presidência da República não quis ficar de fora e já está criando maneiras mais interativas (para não dizer online) de criar um elo entre o presidente Lula e o povo brasileiro. Especula-se que o presidente crie perfis em redes sociais como Twitter, Orkut, e afins.

Um moderno presidente

Um moderno presidente

A única ferramenta confirmada é o Blog do Planalto, que deve estrear ainda este mês. Porém, para que não se dê tiro no escuro e acerte lugar nenhum, a equipe do site resolveu ir até os usuários brasileiros para saber quais ferramentas online mais eficazes de comunicação.

Para tanto, desde o último dia 29 de junho até o próximo dia 7 de julho está disponível um questionário online, onde o usuário – sem se identificar – responde perguntas referentes desde a presença em redes sociais, passando por necessidade (ou não) de abri comentários até quais os plug-ins no WordPress o tal Blog deverá ter.

Quer participar? Responda o questionário clicando aqui.

Beijos e afagos





Para quem duvida que pode fazer bom jornalismo na Web: Youtube Reports´Center

1 07 2009

Olá pessoal, tudo joia?

Depois do bafafá todo em torno da nova determinação que elimina a obrigatoriedade do diploma de jornalismo para os profissionais da área, o maior site de compartilhamento de vídeos do mundo, o Youtube resolve ensinar as pessoas a produzir vídeos com qualidade jornalística.

Estamos falando do Youtube Reports´Center,  canal do Youtube criado justamente para este objetivo. Como o artigo da INFO Online diz, é um esforço válido, visto que qualquer pessoa pode pegar seu celular, sua máquina digital e gravar algo que pode ter repercursão mundial. E um material de qualidade facilita para todos.

Home do Youtube Reports´Center

Home do Youtube Reports´Center

Atualmente temos 30 vídeos dos principais jornalistas norte-americanos que ensinam desde como conduzir uma boa entrevista (o vídeo mais visto até então), passando por dicas para Jornalismo Investigativo, passando por vídeos sobre coberturas jornalísticas, como contar uma história até como não parecer um idiota na Tv.

Todos os vídeos são em inglês e ainda não se tem legendas com traduções, porém não precisamos nem dizer que vale super apena conferir esta nova e inteligente empreitada do Youtube, certo?

[Temos que informar e agradecer @tdoria, afinal este post foi feito e baseado em um do seu Blog. 😉 ]

Abraços e afagos





Lifestreaming: Afinal web é feito por pessoas.

28 06 2009

Olá pessoal tudo joia?

web20people

A imagem acima reforça um conceito base muito difundindo na Internet, porém que ainda não foi assimilado por ela:

A Internet é feita por pessoas e não por computadores.

Apesar de ser uma frase simples e de fácil compreensão, ainda há pessoas que acreditam que esta rede mundial é formada por números, rankings, scripts, formatos ou algo do tipo.

Lendo engano. Cada site, blog, rede social, plataforma, software, é feito antes de qualquer coisa, por PESSOAS. São as Pessoas que resolveram criar blogs, que resolveram criar perfis e manter os mesmos em redes sociais, são pessoas que postam aquilo que, por algum motivo acharam relevante divulgar. São Pessoas que perceberam alguma necessidade demanda por outras Pessoas e assim criaram plataformas, softwares e tudo mais.

Baseado nesta premissa básica e também no fato que uma mesma pessoa, principalmente aquelas que possuem vários conteúdos dispersos na rede, foi criado uma novaforma de reunir tudo isso. Afinal, haja Feeds e assinaturas de newsletters – além da busca básica pela net – para encontrar tudo que uma pessoa possui na Internet.

Para resolver esta questão básica é que o conceito de Lifestreaming faz tanto sentido. Lifestreaming refere-se “à atividade de concentrar todo o fluxo de conteúdo produzido por uma pessoa em um único lugar – posts em blogs, atualizações em redes sociais, publicação de fotos etc.” (via Tiago Dória Blog)

Opções para reunir o conteúdo de uma pessoa estão em crescimento na rede. Redes como Facebook, Tumblr, Friendfeed, entre outros já buscam criar, reforçar e progredir neste conceito dentro dos seus sites. Para encontrar outras opções de lifestreaming, veja  neste Blog (em inglês, mas super simples de entender e ver as tais opções).

Veja abaixo dois exemplos de Lifestreaming – O primeiro do próprio Tiago Dória e o outro é do Wagner Martins (Mr.Manson – do Blog Cocadaboa e sócio da agência de Marketing de Guerrilha Espalhe). Pessoas que acreditamos valer a pena conhecer o que estão produzindo na web.

Lifestreaming Tiago Dória no Tumblr

Lifestreaming Tiago Dória no Tumblr

Lifestreaming do Mr.Manson no Yahoo!Pipes (MIstureba do Manson)

Lifestreaming do Mr.Manson no Yahoo!Pipes (Mistureba do Manson)

Entre na onda e faça o seu Lifestreaming também. Não esqueça de nos mandar,ok?

Abraços e afagos





iPhone x Blackberry – Qual escolher?

22 06 2009

Olá pessoal tudo jóia?

Bem resolvemos escrever este post de Tecnologia mais no intuito de buscar novas e melhores respostas do que propriamente apresentar uma opinião.

Não é raro comentarem do iPhone e do Blackberry no twitter (o 1º é mais comentado afinal estamos falando da Apple), inclusive acabamos de fazer uma busca na própria ferramenta com os dois tipos de telefones (se é que podemos chamá-los assim) e veja o que aparece:

Twitter Search com termos iPhone x Blackberry

Twitter Search com termos iPhone x Blackberry

A não ser que o nosso inglês  esteja muito ruim, quem apresentou mais reclamações nesta primeira triagem foi o iPhone. Mas esta questão não vai apenas em pesquisas feitas no twitter.

Semana passada, um personagem ilário (@christianpior – já aviso que é fake, mas de bom conteúdo) desta ferramenta fez a pergunta deste post e obteve várias respostas (a maioria em apoio ao iPhone).

Porém, teve uma resposta que resume muito bem como acreditamos que deve ser o foco da pesquisa foi a do Cardoso (responsável pelos blogs meiobit e Contraditorium ):

cardoso

Sabe o que é uma resposta ficar na sua cabeça durante dias? Pois bem, a resposta do Cardoso fez isso. Ele conseguiu resumir em menos de 140 caracteres qual a função principal e para quem deve servir cada aparelho.

iphone2

Se você quer um telefone multi-uso, onde você encontra ” um telefone revolucionário, iPod widescreen e um avançado dispositivo de Internet com recursos sofisticados de e-mail e navegação” (palavras da Apple 😉 )

BB

Agora se você precisa de um smartphone composto por diversos serviços de dados e comunicação como “E-mail, telefone, mapas, organizador, aplicativos, jogos, Internet e muito mais. Alguns smartphones incluem até multi-media player e/ou câmera .” (palavras da Blacberry 😉 )

O problema é saber de fato o que usamos mais hoje (midia ou conteúdo) e o que propomos a usar brevemente. Afinal hoje podemos criar mais conteúdo (blog, twitter, emails e afins) mas realmente não sabemos se caso  tenhamos uma ferramenta de midia em mãos se isso poderia mudar drasticamente.

E pelo pouco que foi pesquisado, o BB tem um apelo mais corporativo, e mais fácil de usar, e o iPhone é o telefone moderno, multimidia, mas que atualmente tem aspectos limitados (dizemque com o novo 3G isso muda, vai saber) e que muitos aplicativos ainda são pagos e caros.

Como o intuito deste blog é promover o diálogo, a discussão, uma conversa mais interativa, deixo vocês com um vídeo que faz este tipo de comparativo (em inglês, porém de fácil entendimento e didática) e também aguardo seus comentários a respeito desta dúvida atual e cruel!rsrsrs

Abraços e afagos





A Social Media tem (terá) uma unidade?

15 06 2009

Olá pessoal, tudo joia?

Nos últimos meses temos conhecido, percebido e vivenciado a relevância da comunicação online (tanto pessoal como corporativa) como um todo e especial através das midias sociais.  O que se vê em eventos que falam a respeito, sejam nacionais como o Social Media Brasil ou regionais como o Agora – é que as pessoas ainda estão em processo de adaptação a esta nova realidade.

SM

Ainda não encontra-se uma unidade nem um processo básico em relação à este conteúdo. Este foi um dos fatores que, por exemplo, no caso do Social Media Brasil, tiveram palestras heterogêneas – desde palestras do tipo #comofaz à palestras mais elaboradas, onde  pressupunha que o conteúdo básico já estava assimilado.  Era por este motivo também, que era nítido que alguns palestrantes mostravam certa dificuldade em apresentar o conteudo e lidar com o público, que mesmo tendo diversas pessoas em diferentes partes do processo de conhecimento e uso dessa nova ferramenta, exigiam alta qualidade e conteúdo nestas palestras.

A forma mais comum foi naturalmente a apresentação de cases próprios ou de terceiros. Até aí tudo bem,porém a maneira de se apresentar isso que foi o diferencial entre as palestras. Enquanto uns usavam e abusavam do jabá próprio  – algo que foi fortemente rebatido pelas twittadas dos participantes e que o case Doritos foi, na minha opinião o hours concours dessa modalidade – ou ainda reproduziam conteúdo de outras palestras já realizadas por eles (e facilmente encontradas na internet).

Uma das palestras que mostrou,de fato (e espontaneamente) como funciona este movimento de midias sociais , foi durante a apresentação de Ian Black – Conceituando e criando estratégias . Numa de suas exemplificações de estratégias em Social Media – falando sobre o evento Claro que é Rock, evento este que se mostrava como algo criado e construído pelas pessoas que vivem, curtem, trabalham com música – definindo desde bandas, locais, alimentação e tudo mais.

Dissemos se mostrava, pois nesta mesma palestra, uma pessoa da plateia gritou um “MENTIRA!” que impressionou muita gente. E foi este grito que gerou um inicio de uma conversa com as pessoas do evento, onde o motivo dessa reclamação, como funcionou de fato, várias twittadas e muito buzz – em relação à ação da garota que fez isso, em relação à empresa, e tudo que estava envolvido a isto.

Esta ação resume o que as redes sociais vieram: promover  conversas, trocas de experiências, de vivências, entre pessoas,  que se comunicam e relacionam através de várias plataformas, sendo a plataforma-base a Tecnologia (Internet). Se por acaso a pessoa ou a empresa, tenta (com ou sem jeitinho) modificar, burlar, este processo (com falta de transparência, ética, e contra os movimentos e peculariedades culturais e sociais de cada grupo), está fadada ao fracasso.

Procurando Criar uma Nova Susan Boyle? #FAIL

Procurando Criar uma Nova Susan Boyle? #FAIL

[Isto inclui, óbvio e também as modinhas forçadas online como criar um “viralzinho”, criar perfis e mais perfis nessas redes e sem promover o diálogo básico]

Esta análise retoma, de certa forma, ao que comentamos a respeito da banalização da internet. Quem está com a palavra agora são as pessoas, falam, gritam, boicotam, editam, defendem e criticam tudo o que está sendo apresentado por estas plataformas e dentro destas interações.

De toda forma, eventos como este ajudam muito a discutir, fomentar e modelar este novo movimento.

Aproveitando o assunto, neste exato momento está acontecendo o Media Connections em Sampa, onde um dos palestrantes – Osvaldo Barbosa Oliveira – da Microsoft apresentou as 10 tendências das Influências de Marketing Social (by twittadas do @GFortes – da Espalhe),vale a pena conferir:

  1. Crescimento do uso de mídias sociais fará crescer conversas relacionadas a marca
  2. O foco muda para os influenciadores
  3. Construção de marca top-down vai ficar mais impotente
  4. Publicidade em mídia social irá amadurecer
  5. A malha social será estendida e impulsionará a inovação em marketing – conexão das diferentes redes
  6. Não apenas amigos, mas TB “pseudo amigos” serão relevantes “meet my 5.000 new best pals”
  7. Pesquisa da influência social vai ser + importante do que a mensuração do social. conhece o twendz?
  8. A função do mkt será reorganizada
  9. A intranet irá de encontro a web “tendencia muito corajosa”
  10. Seu ceo estará na mídia social como o Obama.

#MediaConnections Oswaldo: saiba mais no www.razorfish.com

Abraços e afagos





Afinal por quem é feito o Twitter no Brasil?

3 06 2009

Olá pessoal, tudo jóia?

Esta semana foi divulgada o resultado do primeiro censo sobre o Twitter no Brasil – pesquisa realizada pela agência Bullet realizada em abril com mais de 3.200 pessoas e com participação ativa dos próprios “tuiteiros” – que replicaram 300 vezes a divulgação, estimulando as pessoas a participarem desta pesquisa. Comunicação via twitter

Segundo Bruna Calheiros (a @baunilha, para os conhecedores da blogosfera brasileira), responsável pela área de Presença Digital da agência, dois pontos foram relevantes nesta pesquisa:

  • As pessoas confiam muito nas outras pessoas no twitter- 97% das pessoas que usam o microblogging clicam nos links apresentados por lá e 86,9% confiam na opinião das outras pessoas no twitter – mesmo sendo pessoas que eles não conhecem, de fato, muito.
  • As pessoas têm interesse (SIM) em seguir perfil de empresas, eventos, ou de campanhas publicitárias no twitter e mais, não vêem com mal olhos a publicidade nesta ferramenta.  69,4% já fazem isso (seguir perfil de empresas) e 53,6% acham interessante a publicidade desde que segmentada e com relevância – onde o consumidor deve definir se quer seguir esta publicidade.

Publicidade no twitter

Esta pesquisa foi bem interessante por diversos fatores, principalmente porque agora podemos conhecer de fato o perfil das pessoas que estão lá, o que fazem e o que querem  (ou pretendem ) ao utilizar a ferramenta e o cenário em que estas pessoas estão inseridas.

Apesar do boom de novos visitantes no primeiro semestre de 2009 – onde cerca de 19 milhões de pessoas estiveram no Twitter no mundo – segundo a pesquisa, o número de pessoas no Brasil usuários da ferramenta são basicamente jovens entre 21 e 30 anos (65,1%)  com ensino superior (37,6%) e heavy-users (ou seja, passam mais de 50 horas semanais na Internet) – informação comprovada pelo fato de, por exemplo, 58,7% possuirem um blog.

Fins do twitter ferramentas na net

Assim como outras redes sociais como Orkut, que possui uma grande aceitação entre o público brasileiro e tem um processo próprio e bem conhecido de uso e publicidade nele (incluindo as áreas de publicidades disponibilizada no site),

agora temos dados que podem nos apresentar formas para usar e comunicar (publicidade) nesta ferramenta.

É importante ressaltar porém, que apesar de ter uma aceitação por parte do público usuário em propagandas, não é qualquer empresa que pode ir criando seu perfil no twitter. Como apresentamos, esta rede tem um perfil próprio de usuário e também solicita ao perfil corporativo estar disposto a permanecer continuamente em contato com o seu publico, apresentando novidades, dicas, respondendo dúvidas, bem como analisando criticas e considerações das pessoas.

As redes sociais atualmente estão entregando o poder do conteúdo para o  público e não mais para empresas e insitituições diversas.

Sugerimos entrarem no link da pesquisa e caso tenham algum comentário ou consideração, estejam à vontade para prosear,ok?

Abraços e afagos





Empresas de tecnologia com pensamentos primatas (em pleno século 21)

27 05 2009

Pois é, depois de horas procurando conteúdo para o último post, nos deparamos com uma mensagem de Twitter do @crisdias com um link que deixou muita gente com o queixo, o mouse, o computador inteiro caído no chão.

Isso porque o site MacMaganize( voltado para noticias, artigos e informações sobre Apple, tecnologia, internet, informática e afins,) informa em seu post que recebeu uma notificação extrajudicial do escritório de advocacia da Dell Computers no Brasil – bem naquele estilo nome-grande-para-impor-respeito – INTIMANDO o responsável do blog a Excluir (veja bem excluir e não corrigir) um post feito em 3 de março de 2008.

O motivo – esta foto:

dell ro

Caro leitor, você não está ficando louco, nem coisa do tipo. O motivo da ação extrajudicial é SIM por conta desta foto, colocada num post onde o autor do blog apresenta de forma humorada, a alusão e o uso da logo da Dell em uma loja de presentes de Porto Velho  e que estaria em liquidação para fechar as suas portas. APENAS ISSO.

Você ainda está duvidando?

Veja então como este adorável escritório de advocacia, em nome da “moderna” empresa de Computadores justifica a ação com os dizeres:

Processo DELL

Como diz o Carlos Cardoso no seu blog, não sabemos o que é pior: chamar os seus consumidores de IDIOTAS por pensarem que vamos Acreditar que a tal Dell Store de Porto Velho tem relação direta com a “moderna e atual” empresa de computadores, ou o escritório e a empresa terem a capacidade de enviarem esta ação e ainda pagarem R$159,20 para essa papelada repleta de carimbo de cartório – para um papel que tem um objetivo tão ridiculo assim.

Sinceramente, a DELL e o escritório pensam que estamos em que século? Por acaso eles pegaram a máquina do filme De Volta para o Futuro e resolveu engatar ré?

O intuito deste blog não é expressar totalmente a opinião pessoal da responsável do blog, pois como informamos, este site é para diálogos. Mas casos assim, não tem como não expressar descontentamento a respeito.

Abraços e afagos